Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desvendando a Bíblia

Desvendando a Bíblia

Como se originou o mal

Se Deus é amor e sabe de tudo, porque permitiu que existisse o mau e por que não tomou nenhuma iniciativa para evitá-lo? Esta é uma pergunta muito intrigante feita pela maioria das pessoas.

Sabe-se que o mal no universo começou com um indivíduo criado pelo próprio Deus e como dizem as Escrituras: “ ..Assim diz o SENHOR Deus: Tu és o sinete da perfeição, cheio de sabedoria e formosura. Estavas no Éden, jardim de Deus; de todas as pedras preciosas te cobrias: o sárdio, o topázio, o diamante, o berilo, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo e a esmeralda; de ouro se te fizeram os engastes e os ornamentos; no dia em que foste criado, foram eles preparados. Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci; permanecias no monte santo de Deus, no brilho das pedras andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado até que se achou iniqüidade em ti. Na multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim da guarda, em meio ao brilho das pedras. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; lancei-te por terra, diante dos reis te pus, para que te contemplem.” (Ezequiel 28:12-15).
Este texto é dirigido a um rei (rei de Tiro) que tinha características semelhantes às do originador do mal. Mas quando se refere a ele como sendo: sinete da perfeição, que estava no jardim de Deus, era querubim da guarda ungido e permanecia no monte santo de Deus, logo se entende que não podia está se referindo a um homem, mas a um ser bem superior. Bem porque o rei de Tiro nunca foi anjo muito menos perfeito. Ele também nunca morou no monte santo de Deus. Foi nessa pessoa (Satanás) que começou todo o mal. Todavia, Deus não o criou mau, foi ele que escolheu ser mau.
Mas por que esse ser que era perfeito se corrompeu? Na verdade a origem do mal é um mistério. E isso pode até gerar uma série de dúvidas como estas: se surgiu o mal no coração de um ser “perfeito”, isso mostra que ele não era perfeito; e também mostra que nem tudo o que Deus faz é perfeito. E Deus também não seria perfeito. Mas o pior de tudo, Deus seria o criador dessa criatura.
Seria isso verdade, teria sido Deus o criador do mal? Na verdade Satanás não foi criado por Deus, mas um anjo de luz transformou-se na criatura que é. As Escrituras sagradas a respeito dele afirmam: “Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações!Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.” (Isaias 14:12-14). Na verdade Deus não criou esse anjo pecador ou mau, como diz o texto, ele fora criado perfeito. Mas o orgulho, o egoísmo e a inveja foram os fatores responsáveis pela queda desse ser.
Mas a questão é: como poderiam defeitos surgir dentro de um ser perfeito que vivia na presença de Deus?
Para se entender este questionamento deve-se levar em conta a criação de filhos de uma família. Em um lar existem por exemplo dez filhos. Todos recebem a mesma atenção, o mesmo amor, a mesma educação etc.., “todos” se tornam pessoas de bem, mas um deles resolve tornar-se traficante. Que explicação se pode dar para uma escolha desse tipo? Mas como já está exposto na pergunta, foi uma escolha. E por que muitas das vezes fazemos escolhas erradas? Às vezes até sabemos que estamos escolhendo mal, mas mesmo assim, insistimos em optar pelo mal, pois acreditamos que poderíamos nos dar “bem”.
É bom entender que Deus em sua infinita sabedoria criou seres livres e perfeitos. E o livre arbítrio faz parte dessa perfeição. Ele não queria ser adorado por seres que não tivesse liberdade de escolha, pois do contrário, teria criado robôs que não fariam nada que fosse diferente do programa instalada nele. O plano de Deus era e sempre será, o serviço por amor.
Quando o anjo que se transformou em Satanás desejou ser como Deus, ele não estaria errado desde quisesse ser semelhante ao Criador em caráter. Mas não foi isso que aconteceu. Ele quis ser como Deus em poder e adoração.
O grande conflito que começou no céu e se estendeu ao nosso planeta teve suas bases no poder e adoração. Satanás queria o poder de Deus e também privilégios que pertencem unicamente ao Criador, que é o direito de ser adorado.
Hoje em dia a briga por poder e adoração tem sido motivos para o maior conflito do universo e será por causa dele (conflito) que Deus terá que interferir o plano de Satanás.
Portanto, o mal surgiu no coração (mente) de Satanás por escolha própria. Tudo porque ele queria ser semelhante a Deus.
O que aconteceu com aquele anjo depois de transformado em Satanás? “E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos.” (Apocalipse 12:9).
Depois de expulso do céu para a terra, não satisfeito procurou enganar os nossos primeiros pais, com os quais obteve êxito. “Mas a serpente (Satanás), mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?” (Gêneses 3:1). É importante saber que Satanás não disse quem ele era. Ele se disfarçou para tentar a nossa primeira mãe. Se incorporou na serpente e falou com Eva. Lá no Éden aconteceu a primeira sessão espírita e o primeiro médium foi a serpente.
Ele nunca se mostra da forma como realmente é. Até mesmo com Jesus ele agiu dessa maneira. (Mateus 4:1-11).
O que Satanás continua a fazer? “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; ..” (I Pedro 5:8). Ele anda como um dragão tentando alguém para tragar (enganar).
Como já foi enfatizado, Satanás não se apresenta da forma como ele realmente é. Se mostra disfarçado. E um dos disfarces dele são os prodígios e milagres. Foi por causa disso que Jesus advertiu: “Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras. .. porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.” (II Coríntios 11:15, São Mateus 24:24).
Ele também faz uso de perigosas armas com o objetivo de destruir a quem puder. Elas são:
a) Engano - I Timóteo 2:14.
b) Mentira – São João 8:44.
c) Astúcia – Gêneses 3:21.
d) Sedução – Apocalipse 19:20.
e) Perseguição – Apocalipse 12:17.
O que tornam-se àqueles que usam as armas do diabo inclusive a mentira em suas variedades? “Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça;” (II Coríntios 11:14,15). Aqueles que usam as armas de Satanás, tornam-se ministros dele. Com essas armas ele (Satanás) pode facilmente vencer os que não estiverem realmente em Cristo.
As medidas que devemos tomar se não queremos ser vencidos pelo Diabo é sujeitar-nos exclusivamente a Deus. Diz a Bíblia: “Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo;..” (Tiago 4:7, Efésios 6:11). Resista ao Diabo e use as armas de Deus, pois só assim você não será vencido pelo inimigo.
Todavia o inimigo tem estratégias que em muitos casos têm sido eficazes. Aqui estão algumas delas:
A Idéia de que ele não existe. “...outro erro sutil e nocivo é a crença, que rapidamente se espalha, de que Satanás não existe como ser pessoal; de que este nome é empregado nas Escrituras meramente para representar os maus pensamentos e desejos do homem.” (_______, O grande conflito pág. 458). Se fosse assim, não precisaria ninguém se preparar para se defender dele, afinal de contas, ele não existe. Não se deve lutar contra um adversário que não existe.
Aparência horrorosa. A idéia de que Satanás é horroroso, que possui rabo e chifre é outra estratégia usada por ele para disfarçar. Como já foi visto, ele foi um anjo de luz, perfeito e mais belo dentre os anjos. Todavia faz pensar que é horrível e assustador para que não seja identificado quando se apresentar para enganar.
A idéia de ele não é tão mau. No mundo existe uma ideologia de que nem tudo é cem por cento bom, assim como nem tudo é cem por cento mau. Isso torna o Diabo um pouco bom, que não precisa ter cuidado com ele.
Ele não se importa. Existe a crença de que ele (Satanás) existe, mas não está preocupado com os seres humanos. Nesse caso o Diabo não seria um inimigo a ser temido.

Saiba porém que, Satanás e seus secretários terão um triste fim. Serão lançados no lago de fogo e enxofre. Serão finalmente extintos. Esse será o último ato de misericórdia de Deus. (Apocalipse 20:10,15; 21:8).
Caro leitor! Saiba que o Diabo existe, mas não foi Deus que o criou. Foi aquele anjo que um dia foi portador de luz quem decidiu se transformar naquilo que é agora. Esse tipo de decisão é um mistério que Deus não achou importante nos revelar. Como dizem as Escrituras: “As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.” (Deuteronômio 29:29). Assim como aquele anjo teve o livre arbítrio de escolher ser o que é, você também é livre para escolher a quem servir.
Espero que você faça a escolha certa.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.